Logotipo Portal da Prograd
Logotipo da Unilab

Programas

1 – PROGRAMA PULSAR

O Programa Pulsar busca promover a adaptação do(a) estudante à Unilab, contribuir para permanência qualificada do(a) mesmo junto aos cursos de graduação, bem como orientar o(a) discente para uma transição tranquila e organizada da Educação Básica para a Superior e promover ações que auxiliem o fortalecimento acadêmico dos(as) alunos(as) com vistas à construção de uma experiência acadêmica de excelência.

O programa Pulsar tem o acompanhamento da servidora Maria de Fátima do Nascimento.

2 – PROGRAMA ANDIFES/UNILAB DE MOBILIDADE ACADÊMICA

Programa em parceria com Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior – Andifes, destinadas aos(as)  estudantes dos cursos presenciais de Graduação da Unilab que desejam realizar mobilidade acadêmica.

O programa ANDIFES/UNILAB de mobilidade acadêmica tem o acompanhamento das servidoras Maria de Fátima do Nascimento e Fabrine Ferreira de Noronha.

3 – Life – Programa de Apoio a Laboratório Interdisciplinares de Formação de Educadores

Os laboratórios constituem espaços de uso comum das licenciaturas nas dependências de Instituições Públicas de Ensino Superior (Ipes), destinados a promover a interação entre diferentes cursos de formação de professores, de maneira a incentivar o desenvolvimento de metodologias voltadas a:

• Inovação das práticas pedagógicas;

• Formação de caráter interdisciplinar a estudantes de licenciatura;

• Elaboração de materiais didáticos de caráter interdisciplinar;

• Uso de tecnologias da informação e comunicação (TIC’s);

• Articulação entre os programas da Capes relacionados à educação básica.

4 – PET – Programa de Educação Tutorial – PET/SESU/HUMANIDADES E LETRAS/UNILAB

 O Programa de Educação Tutorial (PET) é desenvolvido por grupos de estudantes de graduação das Instituições de Ensino Superior do país, com tutoria de um docente e participação de professores colaboradores, orientado pelo princípio da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão. Os objetivos do Programa são os seguintes: 

– desenvolver atividades acadêmicas com padrão de excelência, mediante a atuação de grupos de aprendizagem tutorial de natureza coletiva e interdisciplinar;

 – contribuir para a elevação da qualidade da formação dos estudantes de graduação, a diminuição da evasão e a promoção do sucesso acadêmico, valorizando a articulação das atividades de ensino, pesquisa e extensão;

– promover a formação de profissionais de elevada qualificação acadêmica, científica, tecnológica e cultural;

–  formular novas estratégias de desenvolvimento e modernização do ensino superior no país;

 – estimular o espírito crítico, bem como a atuação profissional pautada pela ética, pela cidadania ativa e pela função social da educação superior;

 – estimular a vinculação dos grupos a áreas prioritárias e a políticas públicas e de desenvolvimento, assim como a correção de desigualdades sociais e regionais, e a interiorização do programa. 

IMPORTANTE: O PET/SESu/ na Unilab está vinculado ao INSTITUTO DE HUMANIDADES (IH) E INSTITUTO DE LINGUAGENS E LITERATURA (lLL), e está sob a coordenação da Profa. Dra.  Jeannette F. P Ramos.

5 – PBM – PROGRAMA BOLSA DE MONITORIA

O PBM está vinculado à Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), em conjunto com os cursos de graduação, e tem como objetivo contribuir para o processo de aprendizagem dos(as) estudantes, promovendo maior interação entre discentes monitores(as), discentes matriculados(as) nas disciplinas e docentes ministrantes das disciplinas-objeto do Programa.

Dessa forma a PROGRAD, considera que monitoria é uma experiência pedagógica oferecida ao(a) estudante regularmente matriculado no curso de graduação, compreendendo atribuições auxiliares relativas às atividades acadêmicas associadas a componentes curriculares, sob a supervisão de um professor orientador. Dessa forma, o PBM busca integrar a monitoria ao processo formativo, despertando o interesse do estudante pela carreira acadêmica e docente.

Portanto, o PBM agrega-se às ações institucionais da UNILAB que buscam fortalecer a permanência dos estudantes regularmente matriculados na universidade.

O programa PBM tem o acompanhamento do servidor José Veríssimo do Nascimento Filho.

6 – PIBID – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência

O Pibid é uma ação da Política Nacional de Formação de Professores do Ministério da Educação (MEC) que visa proporcionar aos discentes na primeira metade do curso de licenciatura uma aproximação prática com o cotidiano das escolas públicas de educação básica e com o contexto em que elas estão inseridas.

O programa concede bolsas a alunos de licenciatura participantes de projetos de iniciação à docência desenvolvidos por instituições de educação superior (IES) em parceria com as redes de ensino.

Os projetos devem promover a iniciação do licenciando no ambiente escolar ainda na primeira metade do curso, visando estimular, desde o início de sua formação, a observação e a reflexão sobre a prática profissional no cotidiano das escolas públicas de educação básica. Os discentes serão acompanhados por um professor da escola e por um docente de uma das instituições de educação superior participantes do programa.

Objetivos do Programa

  • Incentivar a formação de docentes em nível superior para a educação básica;
  • Contribuir para a valorização do magistério
  • Elevar a qualidade da formação inicial de professores nos cursos de licenciatura, promovendo a integração entre educação superior e educação básica;
  • Inserir os licenciandos no cotidiano de escolas da rede pública de educação, proporcionando-lhes oportunidades de criação e participação em experiências metodológicas, tecnológicas e práticas docentes de caráter inovador e interdisciplinar que busquem a superação de problemas identificados no processo de ensino-aprendizagem;
  • Incentivar escolas públicas de educação básica, mobilizando seus professores como conformadores dos futuros docentes e tornando-as protagonistas nos processos de formação inicial para o magistério; e
  • Contribuir para a articulação entre teoria e prática necessárias à formação dos docentes, elevando a qualidade das ações acadêmicas nos cursos de licenciatura.

Como funciona?

As IES interessadas em participar do Pibid devem apresentar à Capes seus projetos de iniciação à docência conforme os editais de seleção publicados.

Os projetos institucionais podem contemplar diversos núcleos de iniciação à docência composto de 24 a 30 discentes, 3 professores da escola e 1 professor da instituição de educação superior. Os núcleos agrupam-se por subprojetos definidos segundo o componente curricular da educação básica para o quais são formados os discentes.

Podem se candidatar IES públicas ou privadas com ou sem fins lucrativos que ofereçam cursos de licenciatura e que atendam aos requisitos dos editais de seleção.

As instituições selecionadas pela Capes recebem cotas de bolsas. Os bolsistas do Pibid são escolhidos por meio de seleções promovidas por cada IES.

As escolas de educação básica são habilitadas pelas redes de ensino. Após esta habilitação, a IES define as unidades escolares onde desenvolverá as ações do Pibid.

Modalidades de bolsa

A Capes concede quadro modalidades de bolsa aos participantes do projeto institucional:

  1. Iniciação à docência – para discentes de licenciatura dos cursos abrangidos pelo subprojeto. Valor: R$400,00 (quatrocentos reais).
  2. Professor supervisor – para professores de escolas públicas de educação básica que acompanham, no mínimo, oito e, no máximo, dez discentes. Valor: R$765,00 (setecentos e sessenta e cinco reais).
  3. Coordenador de área – para docentes da licenciatura que coordenam os núcleos, formados por grupos de 24 a 30 discentes. Valor: R$1.400,00 (um mil e quatrocentos reais).
  4. Coordenação institucional – para o docente da licenciatura que coordena o projeto institucional de iniciação à docência na IES. Permitida a concessão de uma bolsa por projeto institucional. Valor: R$1.500,00 (um mil e quinhentos reais).

As bolsas são pagas pela CAPES diretamente aos bolsistas, por meio de crédito bancário.

Fonte: https://www.capes.gov.br/educacao-basica/capespibid

IMPORTANTE: O PIBID/UNILAB está sob a coordenação do  prof. Dr. Elcimar Simão Martins.

7 – Programa de Residência Pedagógica

É uma das ações que integram a Política Nacional de Formação de Professores e tem por objetivo induzir o aperfeiçoamento da formação prática nos cursos de licenciatura, promovendo a imersão do licenciando na escola de educação básica, a parr da segunda metade de seu curso

Objetivos

I -incentivar a formação de docentes em nível superior para a educação básica, conduzindo o licenciando a exercitar de forma ativa a relação entre teoria e prática profissional docente;

II -promover a adequação dos currículos e propostas pedagógicas dos cursos de licenciatura às orientações da Base Nacional Comum Curricular (BNCC);

III -fortalecer e ampliar a relação entre as Instituições de Ensino Superior (IES) e as

escolas públicas de educação básica para a formação inicial de professores da educação básica; e IV -fortalecer o papel das redes de ensino na formação de futuros professores.

Fonte: https://www.capes.gov.br/images/novo_portal/editais/editais/06012020-Edital-1-2020-Resid%C3%AAncia-Pedag%C3%B3gica.pdf

IMPORTANTE:  O Programa de Residência Pedagógica/UNILAB está sob a coordenação da  profa. Dra. Elisangela André da Silva Costa.


Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira
Campus da Liberdade, Avenida da Abolição, nº 03, Centro, CEP: 62.790-000 – Redenção – CE – Brasil
Tel: + 55 (85) 3332.1448
Desenvolvido pela Seção de Portais e Aplicações Web (SPA) © 2020 - DTI / Unilab